Paraíso Niilista – O Vazio e o Nada se encontram



Brisa marinha - Stéphane Mallarmé

 
Novo tópico   Responder tópico    Paraíso Niilista - Índice -> Fórum Poemas e Poesia
Exibir tópico anterior :: Exibir próximo tópico  
Autor Mensagem
t. h. abrahao

Fundador PN


Idade: 37
Registrado: 22/01/05
Mensagens: 574
Localização: são josé do rio preto - sp

MensagemEnviada: 05/06/2009 - 04:40:56    Assunto: Brisa marinha - Stéphane Mallarmé Responder com citação

Brisa marinha
Stéphane Mallarmé



A carne é triste, sim, e eu li todos os livros.
Fugir! Fugir! Sinto que os pássaros são livres,
Ébrios de se entregar à espuma e aos céus imensos.
Nada, nem os jardins dentro do olhar suspensos,
Impede o coração de submergir no mar
Ó noites! nem a luz deserta a iluminar
Este papel vazio com seu branco anseio,
Nem a jovem mulher que preme o filho ao seio.
Eu partirei! Vapor a balouçar nas vagas,
Ergue âncora em prol das mais estranhas plagas!

Um Tédio, desolado por cruéis silêncios,
Ainda crê no derradeiro adeus dos lenços!
E é possível que os mastros, entre as ondas más,
Rompam-se ao vento sobre os náufragos, sem mas-
Tros, sem mastros, nem ilhas férteis, a vogar...
Mas, ó meu peito, ouve a canção que vem do mar!

Tradução de Augusto de Campos



Brise marine
Stéphane Mallarmé



La chair est triste, hélas! et j´ai lu tous les livres.
Fuir! là-bas fuir!
Je sens que des oiseaux sont livres
D´être parmi l´écume inconnue et les cieux!
Rien, ni les vieux jardins reflétés par les yeux
Ne retriendra ce coeur qui dans la mer se trempe
O nuits ! ni la clarté déserte de ma lampe
Sur le vide papier que la blancheur défend
Et ni la jeune femme allaitant son enfant.
Je partirai ! Steamer balançant ta mâture,
Lève l´ancre pour une exotique nature!

Un Ennui, désolé par les cruels espoirs,
Croit encore à l´adieu suprême des mouchoirs!
Et, peut-être, les mâts, invitant les orages
Sont-ils de ceux qu´un vent penche sur les naufrages
Perdus, sans mâts, sans mâts, ni fertiles îlots...
Mais, ô mon coeur, entends le chant des matelots!




MANET, Edouard. Portrait of Stéphane Mallarmé. 1876. Oil on canvas. Musée d'Orsay, Paris, France.
Voltar ao topo
Exibir o perfil do usuário Enviar mensagem privada Enviar e-mail Visitar o website do usuário MSN Messenger
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo tópico   Responder tópico    Paraíso Niilista - Índice -> Fórum Poemas e Poesia Todos os horários são GMT - 3 Horas
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Você não pode enviar mensagens novas neste fórum
Você não pode responder mensagens neste fórum
Você não pode editar suas mensagens neste fórum
Você não pode excluir suas mensagens neste fórum
Você não pode votar em enquetes neste fórum





    RSS Paraíso Niilista
  Paraíso Niilista – O Vazio e o Nada se encontram
Copyright © Paraíso Niilista – O Vazio e o Nada se encontram
:: Caso encontre erros, aprenda com eles ::
[On-line há ]
[última atualização: 12/04/2021]
  [Powered by]
intelligence...